Harmonização Orofacial na Odontologia HOF
Harmonização Orofacial na Odontologia HOF

 

Harmonização Orofacial na Odontologia:

o Guia Definitivo da HOF (para Dentistas)

Informamos que a de acordo com a Lei Federal 5081 e resoluções vigentes do Conselho Federal de do CFO (Conselho Federal de Odontologia), O Cirurgião-Dentista está apto a utilizar Toxina Botulínica, Preenchedores e demais terapêuticas em Procedimentos odontológicos.

 

 

O dentista está respaldado para realizar diversas técnicas na sua área de atuação. Procedimentos que geram um incremento financeiro significativo no consultório, visto que são serviços de demanda positiva. Um alento para o mercado tão competitivo e estagnado da Odontologia.

 

ATENÇÃO! Não se esqueçam, todas as atuações do CD e seus procedimentos, devem sempre ter como base e justificativas o uso odontológico (ler mais sobre isso)

 

Vale ressaltar também, que é obrigação legal e ética realizar cursos de atualização / comprovação de capacitação, para cada nova técnica que for realizar, quando não incluída no currículo da graduação, como é o caso em questão.

 

Neste guia de Harmonização Orofacial para dentistas, você vai conhecer as 3 principais terapêuticas utilizadas nos consultórios odontológicos. E depois os  30 principais procedimentos/técnicas/aplicações nas regiões do sistema estomatognático.

 

 

Vamos lá?

 

 

Vamos apresentar as 3 principais terapêuticas usada na Harmonização Orofacial na Odontologia - HOF

 

1 – Toxina Botulínica na Odontologia

Desde que foi aprovada para o uso cosmético, a toxina botulínica passou a ser empregada em várias regiões do rosto como uma forma de suavizar rugas ou linhas de expressão.

Antes de apresentar a Toxina Botulinica Tipo A devemos entender o significado dos medicamentos biológicos. São produtos elaborados com substâncias ou princípios ativos (macromoléculas) de origem biológica como microorganismos, órgãos e/ou tecidos de origem vegetal ou animal.

A toxina age seletivamente no terminal nervoso periférico colinérgico, inibindo a liberação de acetilcolina. Uma vez injetada no músculo a TB atinge a terminação nervosa colinérgica através da associação das propriedades de dispersão e difusão, e lá chegando, inicia sua ação.

Ela atua bloqueando a liberação do neurotransmissor acetilcolina que é responsável pela contração muscular, e ao ser aplicada diretamente sobre o músculo responsável pela formação das rugas e linhas de expressão promove seu relaxamento temporário, obtendo-se uma face com aparência mais calma e rejuvenescida, com desaparecimento das marcas de expressão.

PRINCIPAIS INDICAÇÕES NA ODONTOLOGIA: Sorriso gengival, bruxismo, pé de galinhas, rugas...

 

 

2 – Ácido Hialurônico na Odontologia

O ácido hialurônico é uma molécula sintetizada ao nível da membrana celular de um fibroblasto e/ou de um queratinócito, constituindo fundamentalmente o componente da matriz extracelular.  A sua presença no tecido conjuntivo determina a textura e tonicidade.

Ocorre diminuição da sua concentração na pele com a idade, o que leva à diminuição da hidratação local, além de tornar a derme menos volumosa e com tendência a formação de rugas.

O ácido hialurônico é um preenchedor reabsorvível e desde a sua introdução no mercado tem ganhado sua popularidade entre os profissionais e o público, graças a sua alta biocompatibilidade, versatilidade e elevado grau de segurança e são hoje considerados o tratamento gold standard dos produtos injetáveis.

Na Odontologia, o ácido hialurônico vem sendo utilizado como complemento ao tratamento periodontal ao promover aumento de volume das papilas interdentais, reduzindo ou eliminando o black space, preenchimento facial, além do uso na suavização de marcas estáticas e no equilíbrio da face nas perdas teciduais.

O preenchimento facial está indicado nos casos de correção de depressões cutâneas ou rugas profundas, no aumento de volume labial e em casos de atrofia dos tecidos moles faciais e no restabelecimento do volume facial.

PRINCIPAIS INDICAÇÕES NA ODONTOLOGIA: Papilas, escultura labial, sulcos, rugas. Rinoplastia, volumização, CODES...

 

 

3 – Fios Faciais na Odontologia

Os fios faciais são implantes filamentares de natureza sintética que ao serem implantados nos tecidos subcutâneos profundos e adequadamente tracionados, promovem a elevação dos tecidos flácidos ptosados. Podem ser reabsorvíveis ou não. Os materiais usados incluem o polipropileno, polidioxanona, vicryl, policaproamide, ácido poliático e ácido poliglicólico, usados, também, diariamente, para diversos procedimentos cirúrgicos.

São, geralmente, divididos entre farpados e não farpados – as farpas são projeções minúsculas ao longo de todo ou parte do comprimento do fio. Os fios farpados podem ser divididos em unidirecionais e bidirecionais, quando possuem farpas num sentido ou em dois sentidos; ancorados e flutuantes, quando estão ancorados a algo estável, como osso ou músculo, ou não estão ancoradas a nenhuma estrutura estável.

Lifting orofacial não cirúrgico com Fios Faciais é um método, como o próprio nome diz, para o tratamento da flacidez da face e pescoço em substituição ao lifting cirúrgico ou ritidoplastia. É um procedimento realizado com anestesia local e muito menor do que a cirurgia. Os fios são implantados na camada profunda da gordura facial não sendo visível e nem sentido pelo toque. A quantidade de fios utilizados dependerá das áreas tratadas e do grau de flacidez dos tecidos ptosados.

PRINCIPAIS INDICAÇÕES NA ODONTOLOGIA: Papadas, lifting

 

 

 

 

Conheça o novo guia para dentistas: APLICAÇÕES ESTÉTICAS DE TB (CLIQUE)

 

 

Agora vamos em frente!

 

 

30 dos principais procedimentos / técnicas / aplicações de harmonização orofacial na Odontologia 

 

Quanto ao que pode ser realizado na prática clínica citamos cerca de 30 dos principais procedimentos / técnicas / aplicações de harmonização orofacial na Odontologia:

 

 

 

  1. rugas frontais
  2. pés de galinha
  3. microagulhamento*
  4. cefaleia
  5. sulcos da glabela
  6. fototerapia*
  7. levantamento da sobrancelha...

 

 

  1. olheiras
  2. nasomodelação
  3. dor orofacial/DTM
  4. viscossuplementação da ATM
  5. bichectomia
  6. preenchimentos/volumização
  7. zigomática
  8. PRP/PRF*
  9. skinbooster*...

 

 

 

  1. rugas periorais/código de barras
  2. bruxismo
  3. MD-CODES*
  4. sorriso gengival
  5. fios*
  6. preenchimento de papilas
  7. de sulcos,
  8. do labio
  9. micropigmentação labial
  10. volumização do mento...

 

 

  1. efeito nefertite
  2. mesobotox*
  3. criolipólise
  4. volumização da borda mandibular

 

 

 

E aí deu para conhecer um pouco da Harmonização Orofacial na Odontologia?

Espero que sim!

 

Conteúdos Relacionados (clique): Lipólise Facial na Odontologia / Eletrolifting na HOF / Tendências HOF 2018 / CODES / Terapias de estímulo ao colágeno

 

 

VOCÊ CONHECE O CONTOX (Congresso Brasileiro de Toxina Botulínica e Preenchimento na Odontologia)???

 

 

Referência na HOF na América Latina, o CONTOX nasceu no Brasil organizado pela RGO. Tem como objetivo promover em cada cidade, as possibilidades do uso de toxina botulínica e preenchedores pelos dentistas.

 

Alô Campo Grande! Alô Mato Grosso do Sul! O CONTOX está chegando...

12º CONTOX em Campo Grande-MS > 31 de agosto e 1º de Setembro

 

 

Prepare-se... Campo Grande será a capital latino americana da Harmonização Orofacial na Odontologia por 2 dias.

 

 O que esperar do CONTOX Campo Grande:

INOVAÇÕES eficazes e surpreendentemente simples

- Conferencistas do Brasil e América Latina

- Feira comercial e geração de networking

- Um encontro com coerência, diversidade, acessibilidade, criatividade, diversão e integração. o que acontece no CONTOX se multiplica

 

 

 

 

 

Informações: (51) 9-9982-8461 Whatsapp / rgo@rgo.com.br / (51) 3248-1195